O magico Museu do Chocolate em Bariloche

O magico Museu do Chocolate em Bariloche

Publicado el 12 de agosto de 2011 por



Destino

Fecha de Entrada

calendar

Fecha de Salida

calendar
Hoteles recomendados en :
Montevideo

De classe executiva, este hotel do bairro Buceo oferece salas de reuniões e gastronomia de alto nível.

Buenos Aires

Encanto clássico, relax e restaurante gourmet se combinam neste luxuoso hotel de Recoleta.

San Pablo

Moderno hotel de negócios com centro de convenções, restaurante, spa e piscina. Em Iguatemi.

Río de Janeiro

A incrível vista de Copacabana se combina com amenidades exclusivas para negócios ou lazer.

Stgo. de Chile

Em Las Condes, este elegante complexo oferece instalações de luxo para ócio e negócios.

Lima

Luxuoso hotel em San Isidro com salas de reuniões, restaurantes, spa e suítes de primeira classe.

Madrid

Sofisticação e conforto definem este clássico madrileño. Possui spa, salas e restaurantes.

Barcelona

Vanguardista edifício frente ao mar, com todos os luxos para estadias de negócios ou relax.

Miami

Design e bem estar sobre Miami Beach. Tem clube de praia com shows frente ao Oceano.

Londres

Luxo de vanguarda com ares vitorianos para uma hospedagem de primeira categoria em Londres.

París

Amenidades modernas e design chique se unem no coração de Paris. A passos do Louvre.

Roma

Exclusiva hospedagem em um edifício histórico, a base ideal para explorar a Cidade Eterna.

 


Mais que un doçe, uma sobremesa ou uma bebida reconfortante, o chocolate é em bariloche um verdadeiro simbolo cultural, que faz parte da historia da região desde o seu origem. San Carlos de bariloche é mundialmente reconhecida pela calidade de seus chocolates, e são varias chocolaterias que deleitam aos moradores e turistas con os seus deliciosos produtos.

Não podia faltar então em bariloche um passeio dedicado a saber da historia deste alimento e dar a conhecer o seu valor cultural. No podía faltar entonces en bariloche un paseo dedicado a repasar la historia de este alimento y difundir su valor cultural. Essa é a missão do Museu do Chocolate, uma iniciativa da empresa chocolateira Fenoglio, a mais antiga de Bariloche.

Que tenha sido Fenoglio a chocolateria encarregada de instalar o Museu tem muito significado. E que esse nome é responsavel pela historia mesma do chocolate de Bariloche. O italiano Aldo Fenoglio foi o primeiro chocolatier que chegou a bariloche abrindo a primeira confitaria em comercializar chocolate artesanal da cidade, chamada tronador. Era o ano 1947, época em que bariloche se consolidava como destino turistico de primeira categoria. Mais tarde, já com outras casa dedicadas a elaboração de chocolate, Tronador passou a ter o nome do fundador, Fenoglio, como nome de referência entre as chocolaterias da Patagonia.

A história do chocolate: um percorrido para os cinco sentidos.

Com um guia especializado, o Museu mostra em suas seis salas as lendas e fatos que foram fazendo a historia universal e regional do chocolate. Desde os primeiros cultivos de cacau das culturas mayas e aztecas até a sua chegada a Europa e as fusões contemporânea, o Museu mostra uma linha do tempo com imagens e explicações sobre a evolução deste incrivel sabor milenario.

Há também informação sobre o cultivo da árvore e as sementes de cacau, que na sua fase fermental começa a emanar o caraterístico aroma do chocolate. Desse jeito, todos os sentidos participam do percorrido, onde a interatividade e um eixo central através de objetos e imagens audiovisuais. Os seus conteúdos mostram de modo didatico as etapas da elaboração do chocolate y das diferentes formas culturais que cada época e região tem deste produto, até chegar as sabrosas elaborações de nossos dias.

Uma das experiências mais cativante do Museu Fenoglio é a possibilidade de observar diretamente, através de uma vitrina, todo o processo de produção dos chocolates da marca, do primeiro tratamento da materia prima até os últimos detalhes de decoração.

Ao aroma do chocolate elaborándose ante os olhos do visitante se soma as multiplas imagens que se mostram nas salas do museu: porcelanas antigas, etiquetas dos mais famosos chocolates do mundo e peças de coleção das diferentes épocas do chocolate.

Aromas, imagens audios…Claro que gosto também esta presente no Museu, como estrela da exposição. Os visitantes podem provar as diferentes variedades de chocolate Fenoglio, feitas especialmente pelos chocolatiers. Na loja anexa ao museu pode adquirir as delícias da casa para dar ou desfrutar.

Este delicioso passeio cultural e gastronômico está na Av. Bustillo 1200, a metros do lago Nahuel Huapi. O Museu do Chocolate abre todos os dias de 11 a 19, com visitas guiadas cada 20 minutos. O ingresso custa 15 pesos argentinos.

Aún no hay comentarios, se el primero!

Dejar un nuevo comentario