Reserva dos hoteis



Destino

Fecha de Entrada

calendar

Fecha de Salida

calendar
Hoteles recomendados en :
Montevideo

De classe executiva, este hotel do bairro Buceo oferece salas de reuniões e gastronomia de alto nível.

Buenos Aires

Encanto clássico, relax e restaurante gourmet se combinam neste luxuoso hotel de Recoleta.

San Pablo

Moderno hotel de negócios com centro de convenções, restaurante, spa e piscina. Em Iguatemi.

Río de Janeiro

A incrível vista de Copacabana se combina com amenidades exclusivas para negócios ou lazer.

Stgo. de Chile

Em Las Condes, este elegante complexo oferece instalações de luxo para ócio e negócios.

Lima

Luxuoso hotel em San Isidro com salas de reuniões, restaurantes, spa e suítes de primeira classe.

Madrid

Sofisticação e conforto definem este clássico madrileño. Possui spa, salas e restaurantes.

Barcelona

Vanguardista edifício frente ao mar, com todos os luxos para estadias de negócios ou relax.

Miami

Design e bem estar sobre Miami Beach. Tem clube de praia com shows frente ao Oceano.

Londres

Luxo de vanguarda com ares vitorianos para uma hospedagem de primeira categoria em Londres.

París

Amenidades modernas e design chique se unem no coração de Paris. A passos do Louvre.

Roma

Exclusiva hospedagem em um edifício histórico, a base ideal para explorar a Cidade Eterna.

Lago Gutiérrez, tranquilidade e aventura em Bariloche

Publicado por el 9 de agosto de 2011

Estendido entre os cerros como um grande espelho de água, o Lago Gutiérrez oferece um típico paisagem patagônico que é uma das mais belas do parque Nahuel Huapi. Trata-se de um enorme lago de origem glacial com uma superfície de 16 km2 e 100 metros de profundidade rodeado por um vale que rodeia os cerros Otto, Catedral e de la Ventana.

Pelo seu particular encanto tanto em inverno como no verão, o Lago Gutiérrez é um dos lugares preferidos pelos turistas que chegam a Bariloche. Suas águas têm uma temperatura superior as do Nahuel Huapi, devido a isso, se fazem varias atividades atrativas.

Continuar leyendo >>

Jardim Japonês de Buenos Aires, a natureza do Oriente na cidade.

Publicado por el 9 de agosto de 2011

A distinguida zona de Palermo tem em seu interior um tesouro ecológico e cultural único em Buenos Aires: o Jardim Japonês. Este prédio florido reproduz os tradicionais jardins japoneses, tanto nas espécies que ali há como também na arquitetura e paisagem do lugar.

Este emblemático jardim foi inaugurado em 1967 no “Parque Tres de Febrero”, quando foi visitado por Akihito, no momento herdeiro do trono e hoje Imperador do Japão. O jardim foi doado pela comunidade japonesa em Buenos Aires, e desde que abriu é um símbolo da fraternidade entre o Japão e a Argentina. O passeio é mais que num prédio com jardim, é um verdadeiro Complexo Cultural e Ambiental gerenciado pela Fundação Cultural Argentino Japonesa. A sua manutenção se auto financia com o dinheiro do ingresso que é inteiramente destinado ao cuidado do parque.

Um passeio pelo Jardim Japonês

Continuar leyendo >>

Trem Ecológico da Selva das Misiones

Publicado por el 8 de agosto de 2011

Uma das atrações mais recente do parque Nacional Iguazú, marco das Cataratas, é o “Tren Ecologico de la Selva”. Este passeio, inaugurado em 2001, tem como objetivo oferecer uma visita dinâmica das maravilhas naturais do Parque, em um percorrido de 7 km pela selva misionera até a impressionante “Garganta Del Diablo”.

O vínculo do trem com a ecologia não só deriva da rica flora e fauna que pode avistar-se desde as cadeiras do trem. O seu caráter ecológico deriva, principalmente, de seu sistema de funcionamento único na Argentina, especialmente desenhado para proteger o meio ambiente. O trem funciona a gás, energia de pouco impacto na natureza, e anda a uma velocidade que não supera os 20 km por hora, parando par permitir o passo dos animais silvestres.

Continuar leyendo >>

Calle Museo Caminito em La Boca

Publicado por el 8 de agosto de 2011

A história de buenos aires se funde com a mais colorida tradição do tango no místico bairro de La Boca, um dos preferidos pelos turistas que desejam um encontro estreito com a identidade dos argentinos. Localizado no limite sudeste da cidade, o bairro chama-se assim devido a forma que tem a desembocadura do Riachuelo no Rio de la Plata. O caráter legendário de La Boca começa com o próprio origem da cidade, pois se diz que foi neste lugar onde Pedro de Mendoza realizou a primeira fundação de Buenos Aires, em 1536. Ali se instalou o primeiro porto da cidade, lugar por excelência para as misturas culturais derivadas da grande presença de imigrantes. Os ares coloniais se misturam em La Boca com a mitologia do tango, exposta tanto na arquitetura como nos numerosos espetáculos e bancas de rua que se instalam nas calçadas do bairro. Tal é a presença do tango em La Boca que a sua chamativa rua principal, definida como um Museu a céu aberto, foi batizada “Caminito” em honra ao popular tango feito por Juan de Dios Filiberto e Gabino Coria Peñaloza em 1926, no qual o seus primeiros versos estão gravados no imaginário popular riopaltense: “Caminito que el tiempo ha borrado, que juntos un día nos viste pasar”…

Continuar leyendo >>

Ilha San Martín no coração de Iguazú

Publicado por el 8 de agosto de 2011

No coração do parque Nacional de Iguazú encontra-se a Ilha San Martín, no médio das caudalosas cataratas. Estendida sobre o rio Iguazú, a ilha é uma das atrações mais visitadas do Circuito Inferior das Cataratas, oferecendo espetaculares vistas de alguns dos saltos, além de abranger saltos pequenos.

Com a sua verde montanha erguida entre as cascatas, a ilha San Martín é um dos atrativos da espetacular paisagem das Cataratas. Sua riqueza ecológica conforma uma das maiores reservas de flora e fauna no Iguazú inferior. O perímetro da ilha está também rodeado por belezas naturais: ao norte esta o braço principal do rio Iguazú e o imenso conjunto de saltos denominado Garganta Del Diablo: enquanto que ao sul esta o brazo San Martín do rio e o salto também chamado San Martín, o segundo em magnitude dentro do lado argentino.

A única via para aceder a ilha e por meio de uma embarcação que forma parte do Passeio Inferior. A praia com areia à que chegam os barcos é um cenário ideal para tomar banho de sol ou tomar um banho na beirada do rio. Desde ali tem que subir 200 passos até os mirantes, que oferecem vistas impressionantes do salto San Martín e permitem aceder a “La Ventana” formação geológica desde onde se contempla um espetacular panorama da Garganta Del Diablo e os saltos do lado brasileiro.

Continuar leyendo >>

Playa Bonita: água e sol em Bariloche

Publicado por el 8 de agosto de 2011

Célebre por seus cerros nevados e seus excepcionais centros de esqui, bariloche tem sua maior afluência nos meses de inverno. Porem, em primavera e verão as temperaturas cálidas permitem realizar outras atividades e conhecer belos balneários sobre o Lago Nahuel Huapi, como a playa Bonita.

Honrando o seu nome, playa Bonita oferece uma paisagem de natureza calma, com uma beirada de mar com cantos rodados, águas cristalinas e muita vegetação. O balneário esta protegido por grandes montanhas que somam vigor a sua deslumbrante vista.  No inverno, playa Bonita é um lugar ideal para aproveitar da natureza em todo o seu esplendor. No verão, para quem gosta de mergulho, aproveitará de uma refrescante tarde de sol em família. Este refugio de tranqüilidade esta a tão só 8 km da cidade de San Carlos de Bariloche.

Continuar leyendo >>

Teatro Colón, cenário emblemático de Buenos Aires

Publicado por el 8 de agosto de 2011

Por suas dimensões, estrutura acústica e sua história, o teatro Colón de buenos aires e o cenário artístico mais importante da argentina e da América Laina, catalogado como um dos cinco melhore teatros para ópera de todo o mundo. Sua qualidade acústica e majestosa arquitetura convertem ao Colón num teatro comparável a um dos mais prestigiosos estabelecimentos europeus.

Para os amantes de música, assistir ao Colón e uma experiência inesquecível. Para os artistas, atuar ali é um signo de consagração. Os nomes mais reconhecidos da ópera do século XX brilharam no teatro Colón, assim como célebres dançarinos e diretores de orquestra de todo o mundo. Enrico Carusso, Arthur Rubinstein, Anna Pavlova e Margot Fonteyn são so alguns dos grandes artistas que transitaram pelo Colón. Também participaram referentes iniludíveis da musica popular argentina. Desde o tango até o rock: Aníbal Troilo, Osvaldo Pugliese, Astor Piazzolla, Leopoldo Federico, Fito Páez, Luis Alberto Spinetta e Mercedes Sosa.

A cada ano, tem lugar no Colón temporadas de ópera e balé, além de ciclos de concertos, centro de experimentação, interpretes argentinos e concertos extraordinários.

Continuar leyendo >>

Sendero Macuco: a experiência de entrar na selva.

Publicado por el 8 de agosto de 2011

A selva missioneira guarda entre suas árvores centos de maravilhas de flora e fauna autóctones da região. Para sentir estas maravilhas em todo o seu esplendor, é obrigatório o passe pelo Sendero Macuco, um dos percorridos mais cativantes do parque Nacional Iguazú.

Os amantes do trekking e da observação da natureza aproveitaram ao máximo este passeio pela selva. O Sendero Macuco convida a entrar em um percorrido de 3.600 metros entre os tesouros selvagens, vendo as numerosas espécies de aves, insetos, mamíferos que ali habitam e as exóticas espécies que oferecem sua vegetação. O trajeto tem como destino o Salto e Pozónd, o arroio Arrechea, uma deslumbrante cascata de 20 metros de altura no coração da selva.

Continuar leyendo >>

Teleféricos e Confeitaria Giratória no Cerro Otto de Bariloche

Publicado por el 8 de agosto de 2011

Sobre a beirada sul do Lago Nahuel Huapi, a tão só 5 km do centro de Bariloche, está localizado o Cerro Otto, uma das tantas belezas naturais da paisagem da Patagônia argentina. A elevação possui uma altura de 1400 metros sobre o nível do mar, e foi batizado em honra a Otto Goedecke, um dos primeiros habitantes da região, quem construiu uma casa em baixo do cerro. Desde ali começou a edificar-se a cidade de San Carlos de Bariloche.

Os bairros Melipal, Rancho Grande e Virgen Misionera estão situados na ladeira inferior norte do cerro, enquanto que ao sul está o bairro Arelauquen. O centro de bariloche se conecta com o Cerro Otto através da Av.de los Pioneros, que surge na Praça Belgrano.

Desde sua base até sua área intermédia, o cerro esta coberto por bosques de cipreses. No inverno o Cerro Otto fica branco de neve. A ponta do cerro permite uma das vistas panorâmicas mais deslumbrantes de Bariloche, motivo pelo qual recebe centos de turistas por dia.

Continuar leyendo >>

Museu Casa Carlos Gardel, un reencontro com El Mago

Publicado por el 8 de agosto de 2011

O tango é uma das bases da identidade dos argentinos. E se falamos de tango, falamos de Carlos Gardel como o seu máximo expoente, figura legendaria do tango rio-platense no qual seu legado se respira, em forma de mito e de vestígio histórico, em cada canto de Buenos Aires.

Mas há em buenos aires um lugar especial para o reencontro com a história do “Zorzal Criollo”. Trata-se do Museu Casa Carlos Gardel, um centro cultural encarregado de preservar e difundir a obra e os bens do patrimônio cultural de Gardel. O museu está localizado no tradicional bairro de Abasto, na rua Jean Jaurés 735.

Continuar leyendo >>

Página 4 de 16« Primera...23456...10...Última »