Ruínas de Quilmes

Ruínas de Quilmes no Valle Calchaquí

Publicado el 10 de junho de 2011 por



Destino

Fecha de Entrada

calendar

Fecha de Salida

calendar
Hoteles recomendados en :
Montevideo

De classe executiva, este hotel do bairro Buceo oferece salas de reuniões e gastronomia de alto nível.

Buenos Aires

Encanto clássico, relax e restaurante gourmet se combinam neste luxuoso hotel de Recoleta.

San Pablo

Moderno hotel de negócios com centro de convenções, restaurante, spa e piscina. Em Iguatemi.

Río de Janeiro

A incrível vista de Copacabana se combina com amenidades exclusivas para negócios ou lazer.

Stgo. de Chile

Em Las Condes, este elegante complexo oferece instalações de luxo para ócio e negócios.

Lima

Luxuoso hotel em San Isidro com salas de reuniões, restaurantes, spa e suítes de primeira classe.

Madrid

Sofisticação e conforto definem este clássico madrileño. Possui spa, salas e restaurantes.

Barcelona

Vanguardista edifício frente ao mar, com todos os luxos para estadias de negócios ou relax.

Miami

Design e bem estar sobre Miami Beach. Tem clube de praia com shows frente ao Oceano.

Londres

Luxo de vanguarda com ares vitorianos para uma hospedagem de primeira categoria em Londres.

París

Amenidades modernas e design chique se unem no coração de Paris. A passos do Louvre.

Roma

Exclusiva hospedagem em um edifício histórico, a base ideal para explorar a Cidade Eterna.

 

No valle Calchaquí de tucumán se encontram as Ruínas de Quilmes, testemunha da maior população pré colombinas do território argentino. Em uma extensão de trinta hectares próximas ao cerro Alto del Rey, os turistas poderão percorrer os vestígios arqueológicos, re construídos com a finalidade de dar a conhecer como morava o ancestral povo Quilme.

Ao arqueólogo italiano Juan Bautista Ambrosetti se devem os primeiros estudos destas ruínas em 1897. A equipe de restauração foi dirigida por Norberto Pelissero, num projeto com polemicas institucionais, finalizado em 1980.

No prédio das ruínas se contemplam restos de casas do povo Quilme, com os seus cimentos retangulares e circulares. Em este assentamento morou uma população estável de três mil habitantes, desde o século IX até sua extinção no século XVII, quando foram obrigados pelos espanhóis a caminhar 1200 km até a atual localidade de Quilmes, em Buenos Aires.

Entre as construções observáveis no valle Calchaquí, se destacam as duas fortalezas, bases da defesa contra o povo Alchaquí, com o que o Quilmes, de ímpeto guerreiro, manteve constantes enfrentamentos. Também foi reconstruída parte da cidadela, com suas casas de rocha, e as represas de água e sistemas de cultivo de milho, principal alimento desta cultura.

Pela sua significação histórica e beleza de seu entrono, as Ruínas de Quilmes são um dos principais focos turísticos Tucumán, ao qual pode se acessar a pé, em bicicleta ou em cavalgadas. Este magnífico vestígio da historia esta localizado a 5 km da Ruta Nacional 40, no caminho entre Cafayate e Amaicha del Valle.

 

 

 

Aún no hay comentarios, se el primero!

Dejar un nuevo comentario